Família Okasawara

Família Okasawara

Na última semana, recebemos mais uma carta da Família Okasawara, que atua no campo missionário de Boa Vista, Roraima. Eles compartilham o seguinte: “Queridos irmãos em Cristo, louvamos e agradecemos a Deus porque no dia 10 de agosto completamos onze anos em Roraima.

Agradecemos ao Senhor Jesus pelo livramento dos perigos e por moldar nossas vidas a cada instante. É uma data muito especial para nós. Glórias a Jesus. Vivemos períodos de surtos por aqui. Houve o da Covid-19, depois veio a malária e agora os suicídios.

As lideranças indígenas locais estão relatando que houve um aumento entre a população mais jovem e tem atingido muitas famílias na região indígena da Serra da Lua, que possui 19 comunidades.

Neste mês, o chefe da comunidade de Alto Arraia quer fazer uma festa de confraternização, com jogos indígenas, futebol, comidas compartilhadas e danças. É para agradecer a Deus, pois toda a liderança tem visto que os jovens da comunidade estão tranquilos, têm obedecido a seus pais e há poucos conflitos. Não há nenhum caso de suicídio nem de grandes conflitos entre as famílias (70 famílias, com 350 moradores).

Perguntamos qual seria o fator que diferenciava Alto Arraia das outras comunidades. Uma das líderes disse o seguinte: ‘É o reflexo da pregação da Palavra, muitos têm ouvido e entendem a Palavra de Deus. E também a família né, que tem ajudado bastante. Aqui na comunidade acredito que tem essa união entre as famílias’. Ao Senhor toda a glória e honra por isso.

Foi cumprida a quarentena do mês passado, porque a família que fora contaminada com Covid-19 está bem. Todas as atividades retornaram, inclusive os cultos e as escolas bíblicas para crianças e jovens. O que mais nos deixa felizes é o reconhecimento dos pais das famílias e do chefe da aldeia, valorizando a postura dos jovens por causa de Cristo. Todos têm visto que a semente do Evangelho plantada no coração dos jovens produziu discernimento e os conservou com os pés em rocha firme.

Louvamos ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo por isto. Despedimo-nos, com amor e saudades de todos, desejando a paz do nosso Senhor Jesus Cristo.”

Na carta, o Pr. Marcelo, sua esposa Elaine, e seus filhos Felipe e Clara, solicitam que oremos pelos seguintes pedidos: para que usem com eficácia os recursos digitais entre os Wapixana; pela igreja Wapixana de Alto Arraia, para que continue plantando a semente do Evangelho; por eles mesmos: saúde e ano letivo das crianças; pelos parceiros de oração e sustento; e por mais e mais fartura de pessoas em sua igreja.

Agradecemos a Deus por tudo o que Ele tem feito através de nossos missionários. Continuemos sustentando a Família Okasawara por meio das nossas orações, a fim de ajudá-los a levarem Jesus Cristo, a única Esperança aos Wapixana.

No amor de Cristo,
Pr. Cleverson Pereira Rodrigues
Ministro de Evangelismo e Missões