Conselhos sábios

Conselhos sábios

O primeiro mês de 2021 se encerra hoje, mas ainda há tempo para compartilhar alguns conselhos da Palavra de Deus para que você os coloque em prática durante os meses que virão. Eles estão baseados no Salmo 1, que traz orientações didáticas para o dia a dia, com o objetivo de guiar o leitor no caminho da retidão.

1. Busque as boas influências: “Bem-aventurado aquele que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores;” (v.1). Devemos evitar os conselhos ou imitar a conduta de quem não tem compromisso com Deus e Seu Filho Jesus Cristo, pois seu estilo de vida é contrário aos ensinos bíblicos. Quem segue esta recomendação é considerado “bem-aventurado”.

2. Nutra-se com a Palavra de Deus: “[…] pelo contrário, seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita dia e noite” (v.2). Leia a Bíblia, estude-a, medite em seus ensinos, a fim de ser bem nutrido espiritualmente. Memorize versículos, pois isso o ajudará a refletir na Palavra continuamente, extraindo lições maravilhosas para a sua vida.

3. Aproveite bem o seu tempo para conhecer mais a Deus: “Ele será como a árvore plantada junto às correntes de águas, que dá seu fruto no tempo certo e cuja folhagem não murcha. Tudo que ele fizer prosperará” (v.3). Ao alimentar-se da Palavra de Deus, você será como uma árvore bela e saudável. Esse é o tipo de pessoa que sabe investir bem o seu tempo, pois ela o utiliza naquilo que lhe dá saúde espiritual, ou seja, no relacionamento com o Senhor.

4. Seja perseverante: “[…] Não é assim com os ímpios. Eles são como a palha que o vento dispersa” (v.4). O ímpio é comparado à palha, por causa da sua inconstância. Porém, o justo é perseverante. Como uma árvore frondosa, suas raízes estão bem fincadas no solo, que é a Palavra de Deus. Os ventos fortes podem até bater, mas ele se mantém firme. As adversidades da vida não o fazem desistir de seguir o objetivo proposto.

5. Confie na justiça divina: “Por isso, os ímpios não prevalecerão no julgamento, nem os pecadores, na assembleia dos justos” (v.5). O justo deve confiar na justiça de Deus, pois Ele julgará com equidade todas as pessoas no Dia do Juízo. A maldade, a corrupção, e nenhum outro tipo de pecado passarão impunes diante do Senhor.

6. Escolha o caminho da salvação: “[…] porque o SENHOR recompensa o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios traz destruição” (v.6). O salmista deixa claro que o caminho do justo é muito melhor, pois conduz à salvação. Enquanto que, o caminho do ímpio, conduz para a destruição.

Falando sobre isso, Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai se não for por mim” (João 14.6). Por isso, escolha sempre seguir a Cristo em cada decisão a ser tomada.

Tenho absoluta certeza de que a prática desses conselhos bíblicos para o dia a dia o ajudará a realizar a vontade de Deus, em tudo o que você fizer, ao longo dos outros 11 meses que temos à frente neste ano.

E, dessa forma, você será “bem-aventurado.

Pr. Cleverson Pereira Rodrigues
Ministro de Evangelismo e Missões