Dia do diácono batista

Dia do diácono batista

O Brasil Batista celebra, hoje, o Dia do Diácono, quando reconhece a importância deste ofício em nossas Igrejas, através do qual, homens e mulheres, escolhidos pela Igreja, servem a Deus com amor e dedicação, cuidando do suprimento das necessidades materiais e até espirituais dos crentes e, dentro das possibilidades da igreja, dos não crentes.

O ministério do diácono é a mão da igreja estendida para ajudar os necessitados, tornando palpável a misericórdia e a justiça de Deus. Além deste trabalho, o diácono é usado por Deus para cooperar com a mesa do Pastor, auxiliando-o em tudo o que for possível, contribuindo para a unidade da igreja.

Em nossa Igreja, o Ministério Diaconal celebra 112 anos de existência abençoada, numa trajetória onde labutaram grandes homens de Deus, os quais deixaram marcas relevantes na vida da nossa igreja. Hoje, somos cerca de 70 diáconos e diaconisas, não menos valorosos, que têm sido fiéis ao Senhor, à Igreja e ao Pastor, envolvidos em tudo aquilo que seja essencial para o desempenho da missão da igreja.

Ao longo desses anos temos assistido aos necessitados, fornecendo cestas básicas, medicamentos, auxílio-funeral, pequenas reformas, exames laboratoriais, fraldas, passagens, e outros recursos, aos membros da nossa igreja e, dentro das possibilidades, a outras pessoas fora da nossa membresia.

Neste tempo de pandemia, essas necessidades se tornaram maiores e, diante disto, também precisamos aumentar a nossa dependência de Deus e os nossos esforços; graças ao Senhor da obra, os irmãos da nossa amada Igreja têm respondido com fidelidade aos nossos apelos e, desta forma, podemos atender às grandes demandas. Pudemos incluir nas cestas básicas, além de gêneros alimentícios, material de limpeza e higiene, como detergente, álcool gel e outros.

Aumentaram também, nos tempos atuais, as demandas nas áreas espiritual e emocional e, com isso, o nosso olhar também foi fixado nessas necessidades.

Através do nosso Diaconato temos sido canal de ajuda a dezenas de pessoas através do movimento de partilhar com outros em momentos de solidão, dor, perdas, lutos, fome, nudez, apatia espiritual. Orientados por Deus, logo no início da pandemia iniciamos um trabalho de assistência aos membros da nossa igreja, com idade acima de 60 anos, através de ligações telefônicas, quando os diáconos compartilham a Palavra de Deus e oram com essas pessoas, promovendo, assim, conforto e firmeza espiritual.

Damos graças a Deus pelos resultados deste movimento, não apenas na vida de quem recebe este conforto, mas também em nossas próprias vidas, pois não apenas abençoamos, mas somos tremendamente abençoados. Assim, neste dia especial, reafirmamos o nosso ideal de servir ao Senhor, sempre com fidelidade e excelência, gratos por termos sido reconhecidos aptos para este especial ofício e nos colocando à disposição do Senhor para cumprirmos o nosso ministério.

A minha oração é de que cada querido Diácono e Diaconisa da nossa igreja continue desempenhando bem o seu papel, para alcançarmos justa preeminência e muita intrepidez na fé em Cristo Jesus (I Timóteo 3:13).

José Octávio dos Santos
Presidente do Ministério Diaconal