Um porto seguro

Um porto seguro

Todo dia uma devocional para sua família. Leia mais….

15/05/2020

“Ele, porém, caindo em si, disse: Quantos empregados de meu pai têm fartura de comida, e eu estou aqui passando fome! Vou me levantar, irei até meu pai e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti; não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados.”
Lucas 15.17.

Ouça o áudio deste devocional gravado pelo Pr. Laurindo.

Diante das riquezas de sua família, o filho mais novo, achando-se senhor de si, exigiu do pai a sua parte na herança. Ao recebê-la, ele saiu pelo mundo, gastando tudo de maneira inconsequente. Ele comprou muita coisa. Até amigos! Porém, um dia o dinheiro acabou e ele se viu sozinho. Longe de casa e sem dinheiro, a única alternativa foi trabalhar como tratador de porcos sob as piores condições possíveis. Lucas 15.16 diz que: “Ele desejava encher o estômago com as alfarrobas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.”

Naquela condição terrível, ele se lembrou que até os subordinados de seu pai tinham vida muito melhor do que aquela que ele enfrentava. Então ele decidiu voltar para sua casa e pedir perdão por seus péssimos atos. Se fosse aceito ao menos como um empregado, ficaria satisfeito. Certamente aquele filho se lembrou do amor e da dedicação de seu pai no cuidado de todos os familiares, chegando à conclusão de que havia jogado fora não só o dinheiro da herança, mas uma riqueza ainda maior, a sua família.

Apesar de suas péssimas atitudes, o Filho Pródigo tinha um lar para onde poderia voltar e recomeçar a sua vida, após ter aprendido uma grande lição. Infelizmente, para muitos filhos pródigos dos dias atuais, muitos lares não são um porto seguro onde eles podem recomeçar a sua jornada, trilhando o caminho correto.

Já convivi com algumas pessoas que saíram da casa dos pais para estudar ou trabalhar em uma cidade diferente. Porém, a motivação principal não era o trabalho, muito menos os estudos, mas o desejo de sair de casa. Tem gente que até se casa apenas com esse objetivo. Ao enfrentarem situações difíceis morando sozinhas em uma cidade diferente, essas pessoas pensavam em tudo, menos em voltar para a casa de seus pais, pois tudo o que queriam era estar longe deles. Infelizmente, essa é uma triste realidade para muitos.

Contudo, quando os membros de uma família que está em crise buscam ajuda em Deus, ele transforma a cada um de modo que haja compreensão, respeito, alegria e amor, fazendo do lar um verdadeiro porto seguro para todos.

Para refletir:

I) Qual o ambiente do seu lar? Ele faz você e seus familiares pensarem nele como um porto seguro?
II) Independente do problema, creia que Deus pode transformar a sua família. Por isso, ainda hoje, peça para que Ele lhe ajude.

Que Jesus abençoe você e sua família.

Pr. Cleverson Pereira Rodrigues.