VOCÊ ESTÁ PREPARADO?

DEVOCIONAL 15.07.2019

“Pregue a Palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina”.2Timóteo 4.2

Devemos estar sempre preparados para pregar o Evangelho. Falar do amor de Deus às pessoas é falar da nossa fé, é falar do que acreditamos! Nós temos muita facilidade em conversar com as pessoas sobre assuntos que nos interessam, sobre política, futebol, música, entre outras coisas. Porém, sentimos que falar de Jesus é muito difícil. Evangelizar é, com certeza, um grande desafio, mas nós temos o hábito de colocar bem mais obstáculos do que realmente existem.

Algumas vezes nós nos prendemos tanto à ferramentas e métodos de evangelização, que perdemos de vista o verdadeiro motivo de tudo isso: mostrar às pessoas que Jesus morreu na cruz por elas para que elas tivessem salvação e fossem libertas do pecado! Esses instrumentos didáticos e ilustrativos são, sim, importantes. O errado é literalmente depender dessas ferramentas para evangelizar.

Em 2Timóteo 4.2, o apóstolo Paulo nos diz que devemos estar sempre preparados para pregar a Palavra de Deus em qualquer ocasião. Muitas vezes, nós ignoramos que Deus pode nos usar além dos nossos próprios saberes. Isso é uma desculpa para não procurarmos capacitações específicas? Certamente não! Mas, como as pessoas são diferentes, Deus tem também diferentes maneiras de revelar Seu amor a elas.

Por isso, precisamos entender que, independentemente do nosso conhecimento bíblico e/ou teológico, para cumprimos o nosso Ide, precisamos pedir a Deus que Ele fale por meio de nós. Que nós diminuamos para que Ele cresça em nós. Reconhecer que Deus é soberano só nos faz compreender melhor no que se baseia a nossa fé.

Para tal, é necessário buscar conhecer mais a Bíblia, a Palavra de Deus, e ter intimidade com o Pai, por meio da oração, pois além de fortalecer a nossa fé, isso nos prepara para anunciar a salvação que recebemos por meio de Cristo. Precisamos, também, interceder uns pelos outros e manter sempre a comunhão, para que a salvação se torne um assunto natural para todos nós. Assim, como Igreja, estaremos prontos para cumprir a nossa missão em qualquer circunstância.

Mariana Villaça Universitária;
atua no Ministério de Música da PIBN.