Somos transformados

Somos transformados

Temos um grande desafio à frente: anunciar para o povo de Niterói, do Brasil e do mundo que Jesus transforma. Mas, alguém pode nos perguntar: Jesus transforma para quê? Para responder a essa e a outras perguntas devemos estar preparados. A Palavra diz: “Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós” (1 Pedro 3.15). Será que temos nos santificado ao Senhor o suficiente para responder de forma correta àqueles que nos perguntarem para que Jesus transforma? Será que temos consciência que devemos
responder com mansidão e temor àqueles que vivem tão atribulados e
tristes neste mundo, mostrando que eles também podem ser transformados por Jesus?

Nossa transformação é um processo que se inicia quando recebemos Jesus
como nosso Salvador e prossegue até o dia que Ele nos chamar à gloria celeste. A transformação não é estática, mas progressiva. Somos transformados continuamente, ou seja, de forma permanente. Existem dois versículos que nos ajudam no entendimento nesse sentido. São eles: “Meus filhos, por quem sofro de novo dores de parto, até que Cristo seja formado em vós” (Gálatas 4.19); e, somos transformados pelo Espírito sendo formados em Cristo com o objetivo de sermos “semelhantes a ele, pois o veremos como ele é” (1 João 3.2).

Outro aspecto interessante é que somos transformados à imagem de Deus. Essa é também uma obra do Espírito Santo. Ele é o agente transformador de Deus neste mundo. Ele nos ensina a verdade a fim de que nos tornemos parecidos com Cristo. Octavio J. Esqueda mostra que “o Espírito Santo
regenera nosso relacionamento com Deus, nos faz novas pessoas e habita em nós (João 14.7)” (In: ELDRIDGE, Daryl. The teaching ministry of the church. Nashville. Broadman & Holman, 1995). Assim, transformados à imagem de Deus, podemos testemunhar de nossa conversão mostrando aos outros que Cristo nos transforma e nos leva a ter intimidade com Deus.

Quem experimenta a transformação operada pelo Espírito não tem
nada a esconder de Deus. O salmista mostra que ninguém consegue ficar fora do alcance dos olhos do Senhor. No Salmo 139.7,8, lemos: “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também”. Não podemos nos esconder de Deus; nada fica oculto ante a
Sua onisciência. Por isso, quem é transformado pelo Senhor, procura viver
praticando a honestidade em tudo o que faz. A transformação operada em nós pelo Espírito nos leva a ter uma vida de santidade, uma vida pura.

Que o Senhor nos ajude, a fim de que possamos testemunhar, para nossa cidade e para o mundo, que somos transformados não por nossos méritos, mas graças ao sacrifício de Cristo na cruz do Calvário!

Seu pastor e amigo,

J. Laurindo.