LUTANDO NA LINHA DE FRENTE

DEVOCIONAL 07.07.2019

“Para terminar: tornem-se cada vez mais fortes, vivendo unidos com o Senhor e recebendo a força do seu grande poder. Vistam-se com toda a armadura que Deus dá a vocês, para ficarem firmes contra as armadilhas do Diabo.”Efésios 6.10-11

Não sei como os dias passam para você. Talvez sejam dias corridos e atarefados demais; talvez te causem muita preocupação e ansiedade; talvez você esteja tão cansado que o seu levantar, todos os dias, deixou de ser um milagre e, agora, tornou-se um abrir de olhos pesarosos por ter que enfrentar, mais uma vez, a rotina exaustiva. Isso é tão comum que passa despercebido por nós. Temos permitido que os dias nos tirem não apenas nossas forças, mas, também, feito nossa mente e coração esquecerem quem somos em Cristo Jesus.

Em Efésios 6, Paulo termina sua carta para igreja de Éfeso enfatizando a sua verdadeira luta e as armas certas para a batalha. O apóstolo deixa claro que essa visão está completamente disponível a nós através da intimidade com Cristo. Afinal, como nos proteger com o capacete da salvação sem Ele? Se prestarmos atenção nesse texto, Paulo está lembrando que eles não pertencem mais a esse mundo, mas que estão nele por uma razão: lutar – não apenas contra principados e potestades, mas também à favor das pessoas que ainda não conhecem a Cristo e não sabem que a vida eterna também está ao seu alcance.

Independente de quão difíceis os dias sejam, nós precisamos nos revestir da armadura do Senhor para lutar na linha de frente e oferecer a transformação que só existe em Jesus. Não podemos nos esconder atrás das nossas incapacidades e dias ruins, já que Palavra do Senhor promete que a vitória já é garantida, porque é Ele quem luta por nós! Precisamos descansar na certeza de que quando estamos fracos aí é que somos fortes, pois Deus é fiel a nós, ainda que não sejamos, porque Ele não pode negar quem é. O Senhor quer que vivamos grandes dias ao lado dEle, quer que vivamos as batalhas e olhemos para nossas cicatrizes de guerra não com tristeza e rancor, mas com alegria diante do privilégio que é contribuir para a expansão do Reino.

Não seja apático diante a verdade de que “o viver é Cristo e o morrer é lucro” (Filipenses 1.21), porque foi essa realidade que abraçamos ao sermos encontrados por Jesus. Sejamos corajosos e lutemos na linha de frente pelo avanço do Reino de Cristo em nossa Cidade, porque Ele, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, também é o nosso Senhor e está sempre conosco.

Fernanda Quintanilha Universitária,
Professora da Classe de Jovens, da Escola Bíblica Dominical da PIBN.